Blog Rômulo Lima

O crime aconteceu entre as cidades de Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista.
Um carro-forte foi explodido por bandidos na tarde desta quarta-feira (21) na BR-428, no Sertão Pernambucano. O crime aconteceu entre as cidades de Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista.

De acordo com a Polícia Militar, o veículo seguia para Petrolina quando cinco assaltantes em uma caminhonete começaram a atirar. O carro-forte saiu da pista e os vigilantes se esconderam no mato. Em seguida, os bandidos explodiram o veículo.

Nenhum vigilante ficou ferido. A polícia não informou se os bandidos levaram o dinheiro. 

 Por G1 Petrolina

Araripina recebeu a equipe técnica do MEC, que visitou as unidades de saúde públicas e particulares para vistoria.
O Ministério da Educação (MEC) publicou portaria que autoriza a abertura de uma faculdade de Medicina no município de Araripina (PE), no Sertão do Araripe. A decisão foi divulgada ontem (20) pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do MEC.

No início de fevereiro, Araripina recebeu a equipe técnica do MEC, que visitou as unidades de saúde públicas e particulares para vistoria. O município cumpriu com os critérios exigidos e aguarda o lançamento do edital de chamamento público para a escolha da instituição mantenedora. 

Por Carlos Britto
Foto: Bruno Rostand/divulgação

Menino estava voltando da roça para casa quando caiu e bateu a cabeça gravemente.
Foto: Reprodução Facebook
O estudante Antonio Welton, 12 anos, aluno da Escola Theodózio Leandro Horas, morreu em um acidente de bicicleta no último sábado, 17, na zona rural de Bodocó, no Sertão do Araripe. De acordo com testemunhas, o menino estava voltando da roça para casa quando caiu e bateu a cabeça gravemente.

A criança ainda foi socorrida com vida para o Hospital Regional de Ouricuri, mas foi transferida para Petrolina por causa da gravidade dos ferimentos. O garoto faleceu na noite desse domingo, 18, na unidade hospitalar petrolinense. 

A direção da Escola Theodózio Leandro Horas divulgou uma nota informando que as aulas foram suspensas nesta segunda-feira, 19, por conta da morte do aluno.

De acordo com a Polícia Civil, crime aconteceu na madrugada desta quarta (21), no Cabo de Santo Agostinho.
Pousada da Hora fica em Enseada dos Corais, no Cabo (Foto: Bruno Fontes/TV Globo)
Três jovens foram assassinados a tiros, na madrugada desta quarta-feira (21), em uma pousada localizada na Praia de Enseada dos Corais, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. De acordo com a Polícia Civil, pelo menos seis homens invadiram o local e executaram as vítimas.

O crime ocorreu por volta das 3h30, na Pousada da Hora, que fica em uma área conhecida como Nova Esperança. A polícia informou que as vítimas são: Lucas Araújo Silva, Éverton Martins de Moura e um rapaz identificado como Érick. Todos tinham mais de 18 anos.

Uma equipe da Radiopatrulha, da Polícia Militar, chegou ao local do triplo homicídio ainda de madrugada. O delegado Humberto Ramos, que está de plantão no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), também se encontra na área. O Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado.

Por volta das 10h, duas testemunhas oculares prestaram depoimento na sede do DHPP, na Zona Oeste da capital pernambucana.

A Polícia Civil informou que todos os rapazes assassinados eram moradores de Enseada dos Corais. A primeira linha de investigação é a possível relação entre as vítimas e o tráfico de drogas.

Litoral

Na manhã de sábado (17), cinco pessoas foram assassinadas em São José da Coroa Grande, no Litoral Sul de Pernambuco, a 120 quilômetros do Recife. De acordo com a delegacia do município, quatro homens e uma mulher foram encontrados com marcas de tiros por volta das 5h no bairro do Muruim, no Centro, num local próximo a uma quadra de futebol.

De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), informações iniciais dão conta de que os homicídios estão interligados com a morte de três adolescentes no mesmo município, na quinta-feira (15).

A perícia constatou que os corpos de duas das cinco vítimas apresentam pelo menos trinta lesões causadas por armas de fogo. 

Por G1 PE

O pai da criança seguiu a ex-mulher até o estabelecimento, em Caetité, na Bahia, e acionou a polícia.
Uma mãe de 32 anos levou a filha, um bebê de 1 ano, para um encontro em um motel e acabou sendo levada para a delegacia juntamente com o homem com quem ia se encontrar. O pai da criança seguiu a ex-mulher até o estabelecimento, em Caetité, na Bahia, e acionou a polícia.

Ao ser abordada pela corporação, a mulher tentou esconder esconder a garota entre as pernas. Questionada, ela disse aos policiais que levou a filha porque não tinha com quem deixá-la. A criança foi submetida a exames de abuso ou lesão, providenciado pelo Conselho Tutelar. Os exames ainda não foram divulgados.

Segundo informações do G1, o casal deve responder por submeter criança a vexame ou constrangimento, previsto no artigo 232 do Estatuto da Criança e do Adolescente, com pena prevista de detenção de seis meses a dois anos.

Notícias ao Minuto 

Os três filhos de Giseli Cristina, duas meninas e um menino, também morreram. O caso comoveu a cidade de Jales, no interior de São Paulo.
A mulher de 39 anos estava grávida de 7 meses
A morte de uma mulher de 39 anos, grávida de trigêmeos, causou comoção em Jales (SP), na região de São José do Rio Preto (SP). Os três bebês de Giseli Cristina Sanches, duas meninas e um menino, também morreram.

O corpo da mulher foi enterrado na manhã desta terça-feira (20), após ela ter passado mal e morrido na noite do último domingo (18), horas após participar de seu chá de bebê.

Familiares contam que por volta das 22h a pressão arterial de Gisele começou a subir e o SAMU foi acionado. Enquanto era socorrida até a Santa Casa de Jales, ela teve uma parada cardíaca e não resistiu.

Grávida de 7 meses, Giseli foi submetida a uma cirurgia de emergência, realizada para a retirada dos bebês. Um menino já nasceu morto. As duas meninas não resistiram e morreram nesta terça-feira (20).

Gestação tranquila

Filha do "Soneca", dono da Tornearia Mecânica, Giseli era muito conhecida na cidade e, apesar de se tratar de uma gravidez de risco por conta de sua idade, parentes dizem que a gestação foi tranquila. Mas em razão de alguns inchaços, no corpo ela passou por consulta na semana passada no Hospital de Base, em São José do Rio Preto, e foi liberada pelo médico.

A família reclama do fato de ela não ter permanecido internada. O hospital, por sua vez, alega não divulgar informações sobre o atendimento aos pacientes devido a questões como "sigilo médico" e direito à "privacidade".

Foto: Reprodução/Facebook
Estadão Conteúdo
Tecnologia do Blogger.