Blog Rômulo Lima

O prefeito de São José do Divino, Antônio Nonato Lima Gomes, conhecido como Antonio Felicia (PT), 57 anos, e diabético, morreu na madrugada desta sexta-feira, 27, no pronto-socorro do município de Piracuruca com diagnóstico clínico de Covid-19, aguardando resultado de exames para confirmar ou descartar a doença.

O atendimento e o diagnóstico foram feitos pelo prefeito de Piracuruca, Raimundo  Alves (PSD), que é médico. O material para análise de laboratório foi recolhido e os procedimentos para o imediato sepultamentos já foram tomados.

Antônio Felicio comunicou ao gestor de Piracuruca, município próximo a São José do Divino, na quarta-feira,25, que estava com febre e dificuldades para respirar, sintomas semelhantes aos provocados pelo novo coronavírus.
Raimundo Alves recomendou buscar imediato atendimento em Teresina. Antônio Felicio não seguiu a orientação. A situação se agravou e o prefeito de São José do Divino recorreu ao Pronto-Socorro de Piracuruca e recebeu primeiro atendimento do médico Antônio Said. Na madrugada de hoje, 27, Antônio Felicio não resistiu e morreu com diagnóstico clínico de covid-19, com base nos sintomas apresentados. 

“Quando foi hoje, às 2h ele deu entrada no posto de saúde de Piracuruca, o médico de plantão me ligou e ele já chegou com dispnéia, com falta de ar intensa. O médico tentou fazer a intubação mas não conseguiu. Logo depois ele já veio a óbito”, explicou o prefeito de Piracuruca. 

Por conta da febre e do problema respiratório, a morte de Antônio Felícia passa a ser investigada como suspeita de Covid-19. Até então, as cidades de Piracuruca e São José do Divino não possuíam casos notificados nem suspeitos.

"Como médico, com esses sinais, com esses sinais clínicos, ele passa a ser um caso suspeito", reforçou Raimundo Alves.

Foi coletado material do corpo do prefeito. As amostras foram encaminhados para o Laboratório Central (Lacen). 

Familiares e amigos do prefeito receberam a recomendação de ficarem isolados por 14 dias.

Por Cidade Verde

Um novo balanço foi divulgado pelo Governo de Pernambuco nesta terça-feira (24).
 O novo coronavírus já afetou mais de mil pessoas no Brasil - FOTO:  Reprodução
A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) anunciou que subiu para cinco o número de pessoas curadas do novo coronavírus em Pernambuco. De acordo com o balanço divulgado pelo órgão nesta terça-feira (24), o número de pacientes com o novo coronavírus permanece o mesmo do divulgado anteriormente, 42. 

Ainda segundo o órgão, das 42 pessoas infectadas, 29 estão em isolamento domiciliar e 8 estão internadas. Das pessoas que estão internadas, três estão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo duas em hospital particular e uma no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc). No Brasil, o Ministério da Saúde disse, no balanço desta terça-feira (24), que há 2.201 pessoas infectadas e 46 morreram vítimas da doença. 

Durante coletiva de imprensa nesta terça-feira, o secretário de Saúde do Estado, André Longo, voltou a pedir para as pessoas ficarem em casa. "As orientações permanecem as mesmas: evitar ao máximo sair de casa, em caso de sintomas leves de gripe, ficar em repouso e diminuir o contato com as pessoas em casa, e só procurar o serviço de saúde caso haja dificuldade para respirar", disse. 

Ainda durante a coletiva, o infectologista Demetrius Montenegro que os pacientes curados do novo coronavírus que estavam internados não receberam nenhuma medicação específica para a doença, apenas medicações para complicações relacionadas ao vírus, entre elas a pneumonia. As pessoas que ficaram em isolamento domiciliar esperaram o ciclo viral da doença e medicadas com remédios para melhorar os sintomas.

JC Oline

Ministério da Saúde atualizou dados nesta terça-feira (24).
 Casos de coronavírus tem aumentado em todo o País - FOTO: divulgação
O Ministério da Saúde atualizou nesta terça-feira (24) os casos de coronavírus no Brasil. São 2.201 caso confirmados com 46 mortes, sendo 40 em São Paulo e 6 no Rio de Janeiro.

Atualmente, todos os estados do País registram casos da doença, mas nem todas as regiões apresentam o mesmo nível de transmissão. A região Norte, por exemplo, tem 3,7% do total de casos do Brasil. Na outra ponta, a região Sudeste representa o maior percentual, na ordem de 58,1%.

Nordeste 

Na Região são 354 casos confirmados. O Ceará tem o maior número de pessoas com o diagnóstico (182), seguido de Bahia (76) e Pernambuco (42). 

Ceará: 182 casos
Bahia: 76 casos
Pernambuco: 42 casos
Rio Grande do Norte: 13 casos
Sergipe: 15 casos
Alagoas: 7 casos
Piauí: 6 casos
Maranhão: 8 casos
Paraíba: 3 casos

Norte

A região registra 82 casos do novo coronavírus, 23 a mais em 24 horas. 
Acre: 17 casos
Amazonas: 47 casos
Amapá: 1 caso
Rondônia: 3 casos
Roraima: 2 casos
Tocantis: 7 casos
Pará: 5 casos 

Centro-Oeste

No Centro-oeste são 217 casos confirmados.
Distrito-Federal: 160 casos
Goiás: 27 casos
Mato Grosso do Sul: 23 casos
Mato Grosso: 7 casos

Sudeste

1.278 casos foram confirmados da covid-19 na região Sudeste. O número de óbitos subiu para 46, seis no Rio de Janeiro e 40 em São Paulo.
São Paulo: 810 casos; 40 mortes
Rio de Janeiro: 305 casos; 6 mortes
Minas Gerais: 130 casos
Espírito Santo: 33 casos

Sul

Na Região, 270 casos foram confirmados.
Rio Grande do Sul: 98 casos
Santa Catarina: 107 casos
Paraná: 65 casos

JC Online

O Hospital Regional Inácio de Sá em Salgueiro, sertão de Pernambuco, divulgou ontem (23) uma nova atualização sobre os casos suspeitos do novo coronavírus no município.
Foto: reprodução
Segundo o boletim, existem 7 casos suspeitos notificados do Covid-19 sendo investigados e nenhum caso confirmado,  provável ou descartado na cidade.

O boletim é disponibilizado diariamente às 20 horas nas redes sociais. (Blog do Carlos Britto)

Especialistas destacam, porém, que resultado não pode abrandar as medidas de isolamento social.
Foto: Hélia Scheppa/SEI
Os testes realizados pela Secretaria Estadual de Saúde em casos suspeitos da Covid-19 deram todos negativos nas últimas 24 horas. O Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco – Lacen/PE, analisou amostras biológicas de 108 pessoas internadas em estado grave, ou que tenham vindo a óbito com sintomas de Síndrome Respiratória Aguda (SRAG), mas nenhuma testou positivo para o coronavírus.

Vale destacar que diante de uma epidemia da proporção desta da Covid-19, o resultado de apenas um dia de análise não é estatisticamente relevante, uma vez que existe a previsão de que a crise se estenda por meses. Os cuidados com a higiene pessoal e o isolamento social devem permanecer como principais estratégias de cada pessoa para reduzir ao máximo a disseminação da doença.

O Governo Federal sinalizou, na tarde da segunda-feira (24.03), para uma ampliação do número de testes a serem disponibilizados aos Estados. Somente com a definição do volume que virá para Pernambuco será possível definir se haverá mudanças de critérios no perfil das pessoas a serem analisadas, ou se permanecerá a atual política do Ministério da Saúde, de testar apenas os casos mais graves.

Primeiro-ministro Shinzo Abe tomou a decisão após longa reunião com o presidente do COI, Thomas Bach.
 Jogos Olímpicos de Tóquio estavam marcados para os dias 24 de julho e 9 de agosto - FOTO: AFP
A rede de televisão pública do Japão NHK divulgou em suas redes sociais que os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 vão ser adiados. Após muita resistência, o primeiro ministro Shinzo Abe finalmente decidiu pedir ao Comitê Olímpico Internacional (COI) a suspensão da segunda Olimpíadas que o país sediará, inicialmente prevista para começar no dia 24 de julho. 

A decisão de Abe, segundo noticiou a NHK, foi tomada após uma longa conversa telefônica com o presidente do COI, o alemão Thomas Bach, na qual começou a ser discutida alternativas de calendário para a realização dos Jogos de Tóquio. Ainda de acordo com a emissora, a ideia é que a decisão oficial seja publicada o mais rápido possível. O mais provável é que as Olimpíadas ocorra em meados do próximo ano.

O primeiro-ministro japonês entrou em contato com o presidente do COI para que a entidade organizadora dos Jogos de Tóquio tomasse mais rapidamente uma decisão, uma vez que Thomas Bach havia anunciado que a definição poderia aguardar até quatro semanas. Diante da pressão internacional de comitês olímpicos, atletas e da mídia, o desfecho foi antecipado.

POSICIONAMENTO DO COB

No último sábado, o Comitê Olímpico Brasileiro se posicionou pedindo o adiamento da Olimpíada para 2021. De acordo com o presidente do COB, Paulo Wanderley,“Como judoca e ex-técnico da modalidade, aprendi que o sonho de todo atleta é disputar os Jogos Olímpicos em suas melhores condições. Está claro que, neste momento, manter os Jogos para este ano impedirá que este sonho seja realizado em sua plenitude”, afirma o presidente do COB, Paulo Wanderley, que comandou a seleção brasileira em Barcelona 1992″, disse Paulo Wanderley.

Além do COB, outras entidades também se posicionaram, como por exemplo o Comitê Olímpico do Canadá, que em decisão conjunta com atletas e federações anunciou que não iria enviar uma delegação canadense para Tóquio caso os Jogos Olímpicos fossem mantidos este ano. 

"Nós clamamos para o Comitê Olímpico Internacional (COI), Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) e Organização Mundial de Saúde (OMS) que adiem os Jogos de Tóquio por um ano e oferecemos todo nosso apoio para ajudar a lidar com as complexidades que envolvem esse tipo de mudança. Sabemos que essa é uma atitude delicada, mas nada é mais importante do que a saúde e segurança dos atletas e da comunidade mundial", disseram os comitês, em nota conjunta.

Por JC Online
Tecnologia do Blogger.