Blog Rômulo Lima

Detentos confessaram serem os donos dos materiais.
Armas e drogas são levadas, geralmente, nas partes íntimas de mulheres.
Material apreendido na cadeia pública de Cabrobó, PE (Foto: Divulgação / Polícia Militar)
Uma revista em que participaram cerca de 15 policiais foi realizada na Cadeia Pública do município de Cabrobó, no Sertão de Pernambuco, nesta segunda-feira (17). No local foram encontrados armas de fabricação artesanal e celulares, além de carregadores, chips e cachimbos para uso de drogas.
A Polícia Militar recebeu a denúncia de que o material teria entrado e sido entregue aos detentos. Ao todo, dois celulares com chips e carregadores e duas armas brancas do tipo chunchos estavam escondidas nas celas. “Durante a busca, os presos de cada cela eram levados aos poucos para o pátio e, após a revista, colocados de volta nas celas”, explicou o subcomandante da 2º Companhia Independente da PM, capitão Marcondes Ferraz. Dois detentos, de 23 e 24 anos, confessaram ser os donos dos celulares e das armas. Eles foram levados para a Delegacia de Polícia Civil para registro da ocorrência e deverão ter a pena agravada.
De acordo com o comandante, os materiais entram geralmente nas partes íntimas de mulheres que fazem a visita aos presos. “Foi baixada uma portaria limitando a revista íntima às mulheres e precisamos obedecê-la”, disse Marcondes. Segundo ele, muitas mulheres levam dentro de si drogas e até armas. “Já encontramos um revólver determinada vez”, contou. Outra forma que os visitantes dos presos usam para tentar entrar com estes tipos de material é em alimentos. “Eles colocam drogas e armas dentro de bolos, frutas, verduras entre outros, mas que são identificados logo na entrada da cadeia pela polícia”, disse.
A Cadeia Pública de Cabrobó tem em média seis celas e 60 detentos que respondem, geralmente, pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas, segundo o subcomandante da 2º CIPM. Além das denúncias, as revistas são feitas com frequência, segundo Marcondes.
Amanda Franco  
Do G1 Petrolina

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.