Blog Rômulo Lima

 Os dois foram a uma festa na cidade pernambucano e começaram a brigar.
A balconista Patrícia Pereira da Silva, de 20 anos, foi assassinada a facadas pelo namorado, Renato Guilherme da Silva, de 24 anos, que confessou o crime por ciúmes. Ele alegou que, durante uma festa, a vítima admitiu a vontade de traí-lo, em Angelim, agreste de Pernambuco.
O casal estava em uma festa quando ao voltar para casa começaram a discutir. O irmão de Patrícia conta que no caminho Silva havia discutido e batido em sua irmã.
Quando chegaram em casa, Silva viu mensagens comprometedoras no celular de Patrícia e teria partido para a agressão.
Silva confessou à Polícia Militar que as últimas palavras de Patrícia foi o nome do pai.
A mãe de Patrícia possui deficiência visual e tentou ajudar a filha, mas Silva afirmou que ela estava tomando banho.
O suspeito foi para a casa dos pais e confessou o assassinato para o pai. Ele foi preso dois dias após e afirma que Patrícia tinha dito no dia da festa de São José do Padroeiro em Angelim (foto), que teve o desejo de traí-lo.
Silva foi levado para o presídio de Garanhuns porque ele seria linchado pela população de Angelim.
Fonte: R7

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.