Blog Rômulo Lima

O primeiro circuito do Palco Giratório em Pernambuco passa pelas cidades de Petrolina, Arcoverde, Recife e Camaragibe.
Tem início hoje (23) a circulação da 18ª edição do projeto Palco Giratório no estado de Pernambuco. O espetáculo que abre a programação, com atividades até novembro, é “Exu, a Boca do Universo, do Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinha (BA). A encenação narra sem compromisso cronológico momento em que Exu se mostra diferente daquilo que tanto se pregou na cultura ocidental sobre o orixá que rege a comunicação e a liberdade no candomblé.
A apresentação de hoje acontece em Petrolina, no Teatro Dona Amélia (Sesc Petrolina), às 20h, com entradas a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Na quarta-feira (25), o grupo se apresenta em Arcoverde, no Espaço Escadaria (Sesc Arcoverde), às 22h, com ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).
No Recife, o grupo faz uma oficina nos dias 26 e 27, e um intercâmbio com o coletivo Loucos e Oprimidos da Maciel (PE) e ambos apresentam espetáculos no dia 28, a partir das 19h, no Sesc Casa Amarela, com entrada gratuita (limitada à capacidade do espaço). Serão apresentados: Polo Marginal (Loucos e Oprimidos da Maciel), às 19h, e Exu, a Boca do Universo, às 20h.
Encerrando as apresentações no estado, o espetáculo será encenado também no Ginásio Poliesportivo Aluizio Rocha, na Rua Luiz Gonzaga, s/n, em Camaragibe. A entrada é gratuita.
A classificação etária do espetáculo é de 18 anos.
Palco Giratório | Até novembro, serão realizadas ações descentralizadas e atividades formativas, envolvendo 12 companhias, 50 apresentações e 216 horas de atividades formativas. O projeto integra também as Aldeias culturais: Aldeia Olho D’água dos Bredos (Arcoverde), Aldeia do Velho Chico, Aldeia Vale Dançar (Petrolina), e Aldeia Yapoatan (Jaboatão). Nelas o público pode conferir uma programação de teatro, música, dança, cinema, artesanato, exposições e oficinas.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.