Blog Rômulo Lima

Cerca de 80 mil vestígios arqueológicos e paleontológicos foram encontrados durante a execução das obras do 'Projeto de Integração do Rio São Francisco'.
O projeto que é conduzido pelo Instituto Nacional de Arqueologia,Paleontologia e Ambiente do Semiárido (Inapas), tem o intuito de salvar os bens arqueológicos. Além do salvamento, a atividade tem o objetivo de assegurar o registro do patrimônio cultural arqueológico durante ao desenvolvimento da obra.
A descoberta mais importante ate o momento, foram os ossos de uma preguiça gigante, segundo os pesquisadores o animal tinha cerca de seis metros de altura e viveu no Brasil há quase 12 mil anos. O fóssil foi encontrado no sítio arqueológico Lagoa Uri de Cima, no município de Salgueiro
Do Blog Carlos Britto

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.