Blog Rômulo Lima

Além de ter desperdiçado a penalidade, o Salgueiro perdeu outras boas chances de gol.
Agora, Carcará precisa vencer fora de casa para levar o título Pernambucano.
Na cobrança de pênalti, Rogério teve a chance de marcar para o Salgueiro (Foto: Emerson Rocha)
Se na semifinal contra o Sport o zagueiro Rogério Paraíba conseguiu vencer Magrão em duas cobranças de pênaltis, na primeira partida da final contra o Santa Cruz o batedor do Salgueiro não teve o mesmo êxito. A bola que parou na trave direita de Fred, aos 39 do primeiro tempo, poderia ter dado uma boa vantagem ao Carcará na partida de volta, no Arruda.
- Fui infeliz na batida, não consegui acertar o alvo. Assumo a culpa, tenho personalidade para isso, mas não perdemos nada – disse o Rogério.
A bola na trave de Rogério foi uma das muitas chances desperdiçadas pelo Salgueiro durante o jogo. Apesar da falha na pontaria, o zagueiro do Carcará reconheceu a garra da equipe na primeira partida da decisão.
- O torcedor veio a campo, nos apoiou e viu que a gente lutou até o fim. Só pecamos no último, na finalização. Ainda temos mais noventa minutos para decidirmos nossa vida.
Por  
Salgueiro, PE

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.