Blog Rômulo Lima

Em 21 dos certames, há 1.351 oportunidades e salários mensais entre R$ 1,5 mil e R$ 8,6 mil.
Apesar do orçamento apertado do governo, diante da necessidade de ajustar as contas públicas, e da consequente lentidão na autorização de alguns aguardados certames, os concurseiros não devem desanimar. Há 22.018 vagas disponíveis em 60 concursos públicos, com salários de até R$ 27,5 mil, em órgãos federais, estaduais e municipais, para todos os níveis de escolaridade. Em 21 deles, com 1.351 oportunidades e ganhos mensais entre R$ 1,5 mil e R$ 8,6 mil, as inscrições se encerram nesta semana.
“Algumas seleções importantes devem atrasar, por conta do corte de gastos, mas, de qualquer forma, as portas para a estabilidade vão continuar abertas. O governo não tem como não repor as vagas que serão criadas por milhares de aposentadorias”, diz o professor de direito administrativo e empresarial Washington Barbosa, coordenador do Instituto de Capacitação Avançada (ICA). Ele afirma que, aos poucos, os esperados editais serão publicados, pela urgência de fazer a máquina andar.
Uma demonstração da exigência da conjuntura foi o anúncio, no fim de semana, pela Presidência da República, de que o Ministério do Planejamento publicará, na próxima quarta-feira, autorização para 220 cargos de agentes da Fundação Nacional do Índio (Funai). O certame foi divulgado em meio a negociações do Executivo para a homologação de terras indígenas no norte do país.
Com tantas restrições orçamentárias, assinala Barbosa, a concorrência tende a ficar mais acirrada, criando um excesso de ansiedade entre os candidatos às carreiras típicas de Estado (sem correlação com funções da iniciativa privada), que são fundamentais para a arrecadação, a fiscalização, o controle e a defesa da administração pública.
“Percebi que as pessoas começaram a se desesperar. Em vez de aguardar para fazer o concurso que desejavam, passaram a se inscrever no primeiro que aparecia, principalmente em certames mais qualificados, para auditor e advogado da União. O resultado foi que, como não estavam estudando as matérias específicas, acabaram não conseguindo aprovação”, conta Barbosa.
O coordenador do ICA garante que 2015 será um ano bom para os concurseiros. Até outubro, acredita, todas as previsões de vagas feitas em 2014 devem se concretizar. “Tem muita coisa boa por acontecer. Concursos para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), um dos maiores do país, e para o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) vão sair em breve”, prevê.
A maioria das oportunidades, cujas inscrições terminam nesta semana, é para vagas em universidades. Entre o fim de abril e o início de maio, se encerram os registros para a disputa de vagas de juiz substituto do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), no Distrito Federal, e para o Tribunal de Justiça da Paraíba, com rendimentos mensais, respectivamente, de R$ 23,9 mil e R$ 27,5 mil.
Fique atento
Há 60 certames abertos. Em 21 deles, os prazos para participação se encerram nesta semana
Órgãos                                              Salários (em R$)    Inscrições
Univ. de Brasília I (UnB)                      8,3 mil                      Até sexta
Univ. de Brasília II (UnB)                     8,3 mil                      Até sexta
Conselho Fed de Admin.                     1,3 mil a 4 mil           Até quarta
Univ. Fed. de Goiás                             1,7 mil a 3,6 mil        Até quinta
Univ. Fed. Fluminense I (RJ)                8,3 mil                      Até quarta
Univ. Fed. Fluminense II (RJ)               8,3 mil                      Até quarta
Univ. Fed. Fluminense III (RJ)              8,3 mil                     Até quarta
Univ. Fed. de SC                                  2,3 mil a 7,4 mil       até quarta
Univ. Fed. Sul e Sudeste (PA)              5,9 mil                     Se encerram hoje
Univ. Fed. de Pelotas (RS)                   2,9 mil a 8,6 mil       Até quinta
Univ. Fed. do Recôncavo (BA)              2 mil a 8,6 mil          Até quinta
Univ. Fed. do Pará                               2,7 mil a 4,6 mil        Até quinta
Trib. Contas do Sergipe                       De 2,5 mil a 3,1 mil  Até quarta
Trib. Justiça de MT                               3,8 mil                      Até sexta
Secret. Faz. do Piauí                            4,5 mil                      Até sexta
Prefeitura de Cacimbinhas (AM)          1,5 mil                       Até quinta
Emp. Bras. de Serv. Hospitalares I      1,7 mil a 8,2 mil        Até 29 de abril
Emp. Bras. de Serv. Hospitalares II    1,7 mil a 8,2 mil         Até 6 de maio
Defensoria Pública da União               5,3 mil                       Até 11 de maio
Trib. Reg. Fed. (TRF1)                          23,9 mil                     Até 28 de abril
Trib. Just. da Paraíba                           27,5 mil                     Até 7 de maio
Ministério da Agricultura                      2,7 mil a 6,3 mil         Até 19 de maio
Fontes: Editais

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.