Blog Rômulo Lima

Corpo do ex-deputado federal será velado no Cemitério Morada da Paz.
O vice-presidente do PT em Pernambuco, Bruno Ribeiro, informou há pouco que o corpo do ex-deputado federal Pedro Eugênio (PT) será velado no cemitério Morada da Paz, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. O velório terá início ainda nesta terça-feira (21) e segue até a manhã desta quarta (22). Em seguida, o corpo será cremado, em uma cerimônia particular, apenas com a presença dos familiares do ex-parlamentar.
Pedro Eugênio estava internado há três meses no Hospital São José – Beneficência Portuguesa, em São Paulo, devido a complicações cardíacas. Na semana passada voltou para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e não resistiu.
Os problemas cardíacos do petista começaram há quatro anos. Durante uma reunião na sede da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o ex-parlamentar passou mal e precisou ser socorrido às pressas. Exames apontaram que ele tinha um aneurisma no coração. O político passou por uma cirurgia e conseguiu se recuperar bem. Porém, há três meses, depois de passar por exames, identificou novas complicações.
Nome forte do partido, Pedro Eugênio não conseguiu se reeleger deputado federal na última campanha, depois de três mandatos.
O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), destacou o quadro qualificado que Pedro Eugênio representou para o Estado. O petista atuou como secretário da Fazenda, em 1996, no governo de Miguel Arraes.
“Pedro Eugênio foi um quadro qualificado da política de Pernambuco e sempre se destacou nas funções públicas que exerceu, em nível estadual e nacional. Quero apresentar minhas sinceras condolências aos seus familiares e aos seus companheiros da sua longa militância social e política”, disse Câmara.
O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) rememorou períodos da vida política em que ele e Pedro Eugênio militavam do mesmo lado, no caso o PSB. “Conheci Pedro ainda nos anos 80 e estivemos juntos, diversas vezes, nas mesmas lutas. Pedro sempre foi um homem correto e que soube fazer política discutindo ideias. Um técnico admirado por todos, de grande visão estratégica e compreensão da realidade brasileira. Seu desaparecimento nos enlutece a todos”, destacou FBC. 
“Foi com muita tristeza que recebi a notícia da morte do ex-deputado Pedro Eugênio. Com história na esquerda brasileira,…
O deputado federal João Fernando Coutinho (PSB) também enviou uma nota destacando o legado do político. “A política pernambucana está de luto com mais uma perda. Mais que pessoa pública, Pedro Eugênio era um grande homem e sua ausência nos fará falta. Fica o legado de sua atuação ao longo de tantos anos, sempre desempenhada de maneira exemplar”.
Mais uma grande e lastimável perda. Falece o companheiro de luta e de partido, Pedro Eugênio. Fica vaga uma grande…
O deputado federal Jorge Côrte Real (PTB) procurou destacar a competência e o zelo que Pedro Eugênio empregou na vida pública. “Tive a oportunidade de ter sido colega de bancada na Câmara dos Deputados e sou testemunha de seu empenho e trabalho em prol do nosso Estado. Na atividade parlamentar, dentre outras, ele foi um grande defensor das micros e pequenas empresas. Um homem brilhante, que sem sombra de dúvidas irá fazer muita falta a Pernambuco”, disse o parlamentar.
BIOGRAFIA POLÍTICA – Pedro Eugênio iniciou a vida política ao lado do ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, de quem foi secretário de Agricultura, em 1987, quando coordenou o Programa Chapéu de Palha. Ainda no mesmo governo, foi secretário de planejamento, assumindo em 1988. Em 1994, conseguiu seu primeiro mandato como deputado estadual pelo PSB. Em 1996, assumiu a Secretaria da Fazenda do novo governo Arraes.
Dois anos depois, ingressou no PPS e, em seguida, no PT. Em 1998, se elegeu deputado federal, cargo que ocupou mais duas vezes. Em 2011, foi eleito presidente do Diretório Regional do PT de Pernambuco. Em 2012 concorreu à Prefeitura de Ipojuca, mas ficou em 4º lugar, com apenas 2.981 votos.
Do Blog de Jamildo

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.