Blog Rômulo Lima

Os professores da Escola Municipal Antonio Clementino Siqueira, no povoado da Extrema, na zona rural de Ouricuri estão desde ontem, quarta-feira (22) com suas atividades paralisadas. Os educadores contratados estão em greve por falta de pagamento.
Segundo os mesmos, o prefeito não pagou o mês de novembro e os dias que foram trabalhados em dezembro de 2014, e, nesse ano de 2015 ainda não receberam nem um pagamento. Diante dessa situação os professores alegam que só retornarão depois que, o poder executivo municipal, quitar os pagamentos que estão em atraso.
“Não podemos continuar trabalhando como se estivesse tudo normal, nós precisamos dos nossos salários. Isso é um prejuízo para a educação do município, um desrespeito para com os professores e contratados, e, infelizmente, sempre aconteceu e agora não está sendo diferente. Será que o salário do prefeito já atrasou 3 meses? Talvez não, só sabe o que é isso quem passa. Convidamos todos os professores contratados da rede municipal a se unirem, pelo bem da educação de Ouricuri”. Disse um dos professores que não quis se identificar.
Do Blog do Assis Macêdo

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.