Blog Rômulo Lima

Mais de 2.500 casas foram atingidas, inclusive construções de concreto.
Moradores enfrentam falta de luz, água, internet e combustível.
Foram menos de cinco minutos de ventania, mas o estrago foi grande. Um vídeo feito por um cinegrafista amador mostra como o tornado se formou. Segundo os meteorologistas, o vento pode ter passado de 250 km/h.
A cobertura de um ginásio de esportes foi totalmente arrancada. Na hora do vendaval, havia trinta pessoas no local. A estudante Letícia Arno treinava no local e conta como aconteceu. “Começou um vento bem forte, quebrou tudo, os vidros... Começou a tremer o chão daí o ginásio foi pra baixo".
A mãe e o irmão da Letícia também estavam dentro do ginásio. “Era desesperador a cena que nós vimos, mas graças a deus, deus colocou a mão nas meninas”, conta Gilvania Arno, mãe de Letícia.
O município de Xanxerê tem cerca de 48 mil habitantes e fica no oeste de Santa Catarina. Segundo o corpo de bombeiros, 40% das casas da cidade estão destruídas. Cento e vinte mil residências estão sem luz em toda a região.
"Muitas pessoas perderam tudo. Uma historia de vida, casa, roupas, calcados, saíram só com a roupa do corpo. Salvas aquelas que saíram com saúde, ilesas e que não foram atingidas”, conta João Borba, coordenador da Defesa Civil Xanxerê.
No único hospital da cidade e nos centros de saúde de Xanxerê, 120 pessoas foram atendidas. Muitos tiveram que ser deslocados. O prefeito, Ademir Gasparini, esteve no hospital na madrugada. "Foi uma cena bastante triste, uma cena de guerra praticamente. Muitos feridos, muitas pessoas com mãos e pés amputados... Nunca pensei em passar por isso, não", declara.
Kíria Meurer e Isabella Fernandez
Xanxerê, Santa Catarina

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.