Blog Rômulo Lima

Instalação de bancos de sementes, contratação de agente de saúde e recuperação de estradas foram algumas das reivindicações feitas por agricultores e agricultoras das comunidades dos Sítios: Baixa dos Cândidos, Buracão e Mameluco em Trindade-PE. As solicitações foram elencadas durante reunião de planejamento da Chamada de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) em Agroecologia executado pela Ong Caatinga.
O evento teve inicio nesta terça-feira, 16, na sede da associação do mel e segue até hoje, 17, ocasião em que haverá vista de campo e realização de práticas na propriedade de uma das famílias atendida pela Chamada. A atividade conta com a presença de parceiros do município, a exemplo da Secretaria Municipal de Agricultura, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR-T) e Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS-T).
“A gente sozinho não é nada e força a gente só tem com união. Por isso, a parceria traz mais frutos, a gente vê aqui nessa roda de conversa a comunidade colocando suas prioridades e nós do Sindicato estamos de braços abertos para apoiar as comunidades no que for preciso nas demandas que saíram hoje e outras que podem surgir”, assegura o membro do STR de Trindade, Everaldo Torres.
Na ocasião, pautas como comercialização através do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e feiras agroecológicas; Cadastro Ambiental Rural (CAR) e crédito solidário foram debatidas entre os presentes. Neste sentido, a técnica da Ong Caatinga, Aline Honório, destacou a importância do empenho das famílias para a melhoria de suas comunidades.
“Se as comunidades não tiverem iniciativa e organização não adianta solicitar apoio dos parceiros, porque as ações não vão acontecer se vocês agricultores e agricultoras não se empenharem. É preciso começar a mudar as atitudes para que o comodismo não chegue”, aconselhou Aline Honório.
Ao final do dia, houve a entrega simbólica do IV Caderno de Experiências da parceria Caatinga, Centro Sabiá e Diaconia (DICASA) cujo tema é “Manejo agroecológico para enfrentar a desertificação e as mudanças climáticas”. Entre as experiências sistematizadas no impresso está a experiência do Grupo de Mulheres do Sitio Baixa em Trindade.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.