Blog Rômulo Lima

O vaqueiro Raimundo Jacó tornou-se muito conhecido no mundo da vaquejada, sobretudo depois que Luiz Gonzaga gravou a música “A Morte do Vaqueiro”, contando sua história. Também foi por iniciativa de Luiz Gonzaga, juntamente com Padre João Câncio dos Santos, que surgiu a Missa do Vaqueiro de Serrita, celebrada anualmente em homenagem a Jacó.
Mesmo com tantas homenagens para o pai, Francisco Pereira Jacó, um dos filhos do famoso vaqueiro, está vivendo em situação de miséria em uma casa de taipa no Sítio Olho D´Água, zona rural de Bodocó.
Segundo informações do Blog Exú Notícias, Francisco é viúvo e vive na companhia de um filho, que tem problemas de saúde. Sem condições de comprar uma cama, dorme numa rede de balanço e vive em constante risco de pegar doenças, por morar em uma casa de taipa.
Francisco disse que para se alimentar de forma digna precisa da ajuda dos outros e para ir às festividades em homenagem ao seu pai, no município de Serrita, tem que pedir ajuda a amigos para comprar passagens e cobrir despesas.
O filho do vaqueiro mais famoso do Brasil pode morrer igual ao pai, “sacudido numa cova, desprezado do Senhor, só lembrado do cachorro, que inda chora a sua dor”.










Do Blog Alvinho Patriota
Fotos: Blog Exu Notícias

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.