Blog Rômulo Lima

Pesquisa foi realizada por paleontólogos do Geopark Araripe e da UFRJ.
Ave viveu há 115 milhões de anos e fóssil está em 'qualidade excelente'.
Fóssil de pássaro de 115 milhões milhões de anos foi encontrada na região que hoje equivale ao Nordeste brasileiro (Foto: Ismar Carvalho/Nature Communications)
Pesquisadores do Geopark Araripe e da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) descobriram o fóssil da ave mais antiga do Brasil na Bacia do Araripe, no interior do Ceará. A descoberta foi divulgada nesta terça-feira (2), na publicação científica Nature Communications, após seis meses de pesquisa.
“Essa ave é o registro mais antigo e completo da espécie Enantiornithes e está em qualidade excelente, principalmente porque as aves da era mesozoica são conhecidas por fósseis mal preservados, sem detalhes das penas e anatomia. Neste podemos ver detalhes das penas da espécie”, diz o pesquisador Ypsilon Félix.
O achado é o primeiro desse tipo de ave no Brasil, que já era conhecida por meio de fósseis encontrados na China e na Espanha. O animal era vivo há 115 milhões de anos, quando os continentes eram unidos e por isso tem registros fósseis comuns em países atualmente muito distantes.
A pesquisa foi coordenada pelo paleontologista Ismar Sousa Carvalho, do Instituto de Geociências da UFRJ, que mantêm um posto avançado de pesquisas na Bacia do Araripe, rica em fósseis. Segundo Carvalho, o fóssil é importante para o estudo da evolução das aves na América do Sul e em âmbito global.
O fóssil estará nos próximos meses em exposição no Museu de Paleontologia de Santana do Cariri, no interior do Ceará.
O Geopark Araripe é rico em fósseis e no local já foram descobertos alguns dos registros paleontológicos mais importantes do Brasil, como a menor espécie de camarão do planeta e espécie com mais de 150 milhões de anos.
Representação artística mostra como seria a ave fossilizada encontrada no Brasil (Foto: Deverson Pepi/Nature Communications)
Do G1 CE

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.