Blog Rômulo Lima

Docente foi denunciado neste ano e uma das vítimas registrou boletim de ocorrência.
Um professor de história de 29 anos foi preso na última terça-feira (30) suspeito de assediar sexualmente alunas do IFMT (Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia de Mato Grosso), no campus Bela Vista. Segundo a Polícia Civil, o suspeito tinha a intenção de trocar sexo por notas melhores para suas alunas.
O docente foi denunciado de forma anônima neste ano e, por isso, a polícia começou uma investigação. Porém, antes da polícia concluir o procedimento de apuração, uma vítima foi à delegacia, juntamente com sua mãe, e registrou um BO (Boletim de Ocorrência) contra o professor.
De acordo com relato da jovem, o suspeito trocava mensagens pelo celular, nas quais deixava clara suas intenções em ter relações sexuais com a aluna em troca de melhores notas. A vítima ainda contou que o professor assediava outras alunas e que ele já teria conseguido manter relações sexuais com duas alunas em motéis da cidade e, em outra ocasião, teria feito sexo com uma aluna dentro do banheiro da instituição de ensino.
A polícia afirma que, após a prisão, o docente confessou que manteve relações sexuais com uma aluna adolescente e beijou outra menor. Entretanto, o suspeito atribuiu os encontros ao desejo mútuo, e não em troca de notas altas.
O professor poderá ser indiciado por crime de exploração sexual de adolescente em continuidade delitiva, que significa que ele praticou o mesmo crime mais de uma vez. O docente foi encaminhado para o Centro de Ressocialização de Cuiabá. 
Em nota, a assessoria de imprensa do IFMT informou que tomará todas as medidas cabíveis para apurar o fato.
Do R7

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.