Blog Rômulo Lima

Nesta quinta (13), completa-se um ano da morte de Campos.
Petrolina e Lagoa Grande farão missas solenes.
Ex-governador, Eduardo Campos, ao lado do ex-prefeito de Bodocó, Brivaldo Alves
Nesta quinta-feira (13), completa-se um ano da morte do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos. No Sertão do estado, Petrolina, Salgueiro e Lagoa Grande realizam homenagens para o ex-político que morreu em um acidente aéreo na cidade de Santos-SP durante campanha presidencial.
Em Petrolina, será realizado um ato público no Colégio da Polícia Militar, a partir das 16h, no bairro Vila Eduardo, Zona Leste da cidade. Devem participar, além da sociedade civil, representantes do governo municipal e estadual. Durante a homenagem será realizado um “abraço simbólico” ao colégio e uma missa campal em ação de graças.
Ainda na cidade, no dia 13, as atividades acontecem nas escolas estaduais Jesuíno Antônio D’Ávila e Eneide Coelho Paixão Cavalcanti, às 8h e 10h, respectivamente. Além de discursos de autoridades presentes, devem ser plantadas 20 mudas de árvores em cada instituição.
Em Lagoa Grande as celebrações começam nesta terça-feira (11), com uma sessão solene na Casa Legislativa Zeferino Nunes, às 19h. Para o dia 13 está prevista uma missa aberta a todos os interessados na Escola Dom Helder, localizado no Distrito de Vermelhos, na Zona Rural, a partir das 8h.
No município de Salgueiro, Campos foi homenageado na segunda-feira (10), dia que completaria 50 anos. Na oportunidade, foi realizado um abraço simbólico e uma roda de ciranda ao som de Madeira que Cupim não Rói, do compositor Capiba, canção que era usada nas campanhas políticas de Eduardo. De 11 a 17 de agosto ficarão em exposição, de forma itinerante, banners com fotos e mensagens do ex-governador nas praças da cidade.
Do G1 Petrolina
Foto: Rômulo Lima

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.