Blog Rômulo Lima

 
A prefeitura de Serrita, no sertão central de Pernambuco, vem decretando Situação de Emergência, periodicamente, em razão de sofrer a pior estiagem da sua história. Os valores do Garantia Safra pagos pelo Governo Federal no município comprovam o caos social no campo.
Não bastasse isto, estamos atravessando uma grave crise econômica mundial e, especialmente, em território nacional. Nada disto freou a ostentação do prefeito Carlos Cecílio (PSD) que insiste em comprar dois carrões de luxo para o seu gabinete, que em breve terá vidros azuis por todos os lados.
Este ano, além de dois carrões de luxo, decidiu aumentar a frota com cinco veículos mais simples, a fim de tentar justificar a compra-ostentação. Comprar sete carros zero Km, em pleno agosto de 2015, é uma aberração, uma irresponsabilidade com o dinheiro público. Quase meio milhão de reais daria para beneficiar os agricultores, os moradores da cidade e garantir os direitos dos servidores municipais que não conhecem o sabor do Adicional de Insalubridade.
EMPURRANDO COM A BARRIGA
Em janeiro de 2013, no início do quarto mandato, parcelou o rombo do Fundo de Previdência em 240 parcelas mensais, ou seja, em 20 anos, jogando o problema para os próximos prefeitos. Não é de admirar que os gastos com coisas supérfluas estejam aumentando. Somente os dois utilitários tipos SUV, 4x4, cabine dupla, 7 vagas e 5 vagas, respectivamente, devem custar em torno de R$ 300 mil, na Pedragon, concessionária GM, localizada na Avenida Ruy Barbosa, nº 965, Aflitos, no Recife. A Nocarvel, de Salgueiro - PE vai faturar R$ 134.00,00.
Fica a pergunta: Será que os carrões desfilarão pelas ruas do lugar, sob o olhar da maioria da população que pena sem dinheiro no bolso e sem serviços públicos adequados?
Informações: Radar Net

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.