Blog Rômulo Lima

Hélio Soyer foi uma das últimas pessoas a se encontrar com as vítimas, antes do crime.
O secretário de Finanças de Matrinchã, Hélio Alves Soyer, teria confessado a participação no assassinato do prefeito Daniel Antônio de Souza (PTB) e sua esposa, Elizete Bruno de Bastos. A confissão foi confirmada ao Jornal Opção Online por fontes ligadas à prefeitura. A Polícia Civil, no entanto, ainda não dá como certa a informação.
Hélio Soyer foi uma das últimas pessoas a se encontrar com as vítimas, antes do crime, em uma reunião na casa do chefe de gabinete do prefeito. Ainda não se sabe a motivação do crime.
Daniel Antônio e a esposa foram encontrados mortos na manhã do último dia 4 na chácara da família, na região rural de Matrinchã, município localizado na região noroeste de Goiás. Os dois teriam sido mortos com facadas no pescoço, e não a tiros como chegou a ser cogitado inicialmente.
Do Jornal Opção

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.