Blog Rômulo Lima

A polícia foi rapidamente chamada ao local e está investigando todas as mortes. No local dos assassinatos, ele deixou um bilhete dizendo: "Essa é minha vingança. Vocês esmagaram meu peito"
O russo Bekir Nebiev, 55,  matou enfermeiras e médicos que fizeram um diagnóstico errado quando sua neta estava internada em um hospital na Crimeia.
O homem entrou no hospital atirando com um fuzil e acertou quem estivesse na frente, sem nem saber quem eram os médicos que fizeram o diagnóstico falho. Bekir fez tudo com o maior sangue-frio, sem dar chance de defesa a ninguém!
A raiva de Bekir foi porque os médicos afirmaram que ela não tinha nada.  Eles também disseram que ela poderia ir para casa. Mas poucos minutos depois a menina teve uma convulsão e morreu.
A polícia foi rapidamente chamada ao local e está investigando todas as mortes.  No local dos assassinatos, ele deixou um bilhete dizendo: "Essa é minha vingança. Vocês esmagaram meu peito".
Bekir conseguiu fugir, mas policiais o caçam por toda a Crimeia e a segurança foi reforçada em todos os hospitais.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.