Blog Rômulo Lima

Em pouco mais de um mês, cerca de 140 ciclomotores de até 50 cilindradas, as populares cinquentinhas, foram apreendidos pela fiscalização de trânsito. Se comparado ao ano passado, o número não chega a 30 apreensões.
Segundo o diretor de Fiscalização do Detran-PE, Sérgio Lins, 77 veículos já foram emplacados após o dia 31 de julho, data em que entrou em vigor a determinação de licenciamento e emplacamento das motos. Os condutores têm mais dois meses para se adequar às normas.
Se os veículos adquiridos antes da lei estiverem andando com habilitação e nota fiscal, não serão prejudicados. Já os que foram comprados após o dia 31 e não estiverem cumprindo a determinação, terá a moto recolhida. A tendência é que a fiscalização aumente quando o prazo para emplacamento e licenciamento terminar.
Depois dos 90 dias, as vistorias vão ser intensificadas nas ruas. Para as compras após o dia 31 de julho, o veículo já precisa sair da loja empla­­­cado. A taxa de licenciamento é de R$ 128 mais R$ 295 do seguro DPVAT. Já os condutores que adquiriram a cinquentinha antes do dia 31 precisam andar com nota fiscal do veículo, ser habilitado, utilizar capacete, além de to­­­dos os equipamentos de segurança exigidos pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.