Blog Rômulo Lima

Polícia Federal cumpre mandados de busca e apreensão nas prefeituras.
Foram desviados R$ 50 milhões em recursos de transporte escolar.
Três prefeituras de Pernambuco estão sendo investigadas por processo de licitação fraudulento para contratar serviços de transporte escolar: Limoeiro e Passira , no Agreste, e Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte. Duas empresas estão sendo investigadas - elas teriam recebido mais de R$ 50 milhões nos últimos quatro anos, verba pública do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (Pnate), do Ministério da Educação.
A operação Carona foi deflagrada na manhã desta quinta-feira (17) para cumprir 15 mandados de busca e apreensão nas três cidades que estariam envolvidas e também no Recife, Carpina, na Mata Norte, Caruaru, no Agreste, e Serra Talhada, no Sertão. Os mandados foram expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região e a operação é conduzida em conjunto pela PF, a Controladoria Geral da União e a Delegacia de Repressão aos Crimes Financeiros e Desvio de Recursos Públicos.
A PF afirma que começou a investigar denúncias anônimas em 2014. A suspeita é de que, antes de haver a licitação, as empresas que prestariam o serviço de transporte escolar às prefeituras já estavam escolhidas. Também foram confirmados pagamentos em duplicidade. A polícia informou ainda que as duas companhias investigadas são de fachada e não têm autorização para fazer trabalhos de terceirização nem prestar serviços de transporte escolar.
O atual prefeito de Limoeiro, Tiago Cavalcanti, informou que não recebeu nenhuma notificação da Polícia Federal. Ele disse que só vai se pronunciar caso receba. Já o ex-prefeito de Limoeiro e atual deputado federal, Ricardo Teobaldo Cavalcanti, disse que havia de fato um processo sobre isso durante a gestão dele, entre 2009 e 2014, mas que a própria Polícia Federal e o Ministério Público Federal haviam arquivado a investigação.
A reportagem tentou entrar em contato com as prefeituras de Glória do Goitá e Passira, mas não obteve retorno.
Sete analistas da Controladoria Geral da União e 65 policiais federais estão envolvidos na ação desta quinta.
Do G1 PE

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.