Blog Rômulo Lima

A dona de casa Teresinha de Jesus Araújo, de 51 anos, morreu na noite desta quinta-feira aumentando para quatro as vítimas fatais da colisão de uma Hilux preta, de placa OIC-9268, de Capitão Poço (PA) e um Voyage cinza, de placa NIQ-6679, de Teresina, na rodovia BR-316, no trecho ligando Timon a Caxias (MA).
Os veículos trafegavam por um trecho de três pistas da rodovia, distante oito quilômetros da zona urbana de Timon. O acidente ocorreu por volta de 11h30 de quinta-feira.Teresinha de Jesus Araújo era uma das cinco pessoas de Teresina que estavam no Voyage, que ia no sentido Timon a Caxias, enquanto a Hilux ia no sentido Caxias a Timon.
Um grave acidente na BR-316 entre os municípios de Timon (MA) e Caxias (MA), na tarde desta quinta-feira (01) deixou três pessoas mortas. Elas foram identificadas como Eugênio de Jesus Soares Silva, Neuza Gomes Soares e João Batista Ferreira.
As vítimas estavam em um Voyage branco de placa NIQ 6679 de Teresina onde  também se encontravam Erismar de Araújo Soares Silva e Teresinha de Jesus de Araújo Soares que ficaram feridas e foram levada para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).
Segundo o Policial Rodoviário Federal de Caxias (MA), Eduardo Kilson, as 3 mortes e os 4 feridos são resultados de uma colisão entre o Voyage e uma caminhonete Hillux de placa OIC 9268 de Capitão Poço-PA cujo dois ocupantes também ficaram feridos e foram levados para o HUT.
O policial rodoviário conta que o acidente ocorreu porque a Hilux ao ultrapassar um veículo e invadiu a pista onde estava o Voyage provocando a colisão frontal.
Flávio Luis, uma testemunha do acidente, disse que o Voyage ia no sentido de Timon (MA)-Caxias(MA) e em sua frente estava um motociclista. A Hilux que ia no sentido Caxias (MA)- Timon (MA), na rodovia BR-316, foi desviar do motociclista e acabou invandindo a pista e atingido o Voyage.
Segundo Flávio Luis a morte de Eugenio de Jesus Silva, Neusa Gomes Soares e João Batista Ferreira de Sousa foi imediata. Seus corpos  ficaram presos nas ferragens, foram retirados e encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Timon. Entre os mortos havia dois idosos.
Segundo Flávio Luis a morte de Eugenio de Jesus Silva, Neusa Gomes Soares e João Batista Ferreira de Sousa foi imediata. Seus corpos  ficaram presos nas ferragens, foram retirados e encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Timon. Entre os mortos havia dois idosos.

 Fonte: Portal Meio Norte

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.