Blog Rômulo Lima

Pais que não aceitam escolha dos filhos mandam eles para hospital.
Uma investigação secreta relevou que homens homossexuais estão sendo submetidos à terapia de choque elétrico em uma tentativa de serem “curados”. Médicos que vendem o “tratamento” na China foram secretamente filmados por repórteres.
Um médico da clínica Xinyu Piaxiang, em Tianjin, descreveu ao ativista gay disfarçado John Shen, como a terapia de eletrochoque seria auto administrada juntamente com drogas que induzem a náusea.
De acordo com o suspeito, quando o homossexual vê alguém do mesmo sexo, sente amor, e dessa forma seria condicionado a sentir medo graças à “terapia”.Shen, que é vice-diretor de um dos maiores grupos de direitos gays da China, disse que muitas vezes os pais que não estão dispostos a aceitar a sexualidade do filho os obrigariam a submeter aos dolorosos procedimentos.
Outro ativista foi tão longe quanto ele se submetendo ao “tratamento”, e pode ser vista se contorcendo em uma cama de hospital. Ele alegou que metade de seu rosto ficou dormente durante o tratamento na clínica, que fica também em Tianjin.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.