Blog Rômulo Lima

O procurador-geral de Justiça, Carlos Guerra de Holanda, empossou, na última sexta-feira (2), dez novos promotores de Justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), perante o Colégio de Procuradores de Justiça, durante solenidade realizada no auditório do Centro Cultural Rossini Alves Couto. Os novos empossados vão atuar nas Promotorias de Justiça instaladas no Sertão do Estado. “Na vida pública, precisamos ter vontade e perseverança. E, na nossa Instituição, precisamos que essa vontade e essa perseverança sejam redobradas em defesa da sociedade”, considerou Carlos Guerra.
Em saudação aos novos membros do MPPE, o subprocurador-geral de Justiça em Assuntos Institucionais, Clênio Valença, recomendou que eles exerçam suas atividades ministeriais “com abnegação, destemor e, sobretudo, simplicidade e humildade”. Por sua vez, o corregedor-geral e procurador de Justiça Renato da Silva Filho cumprimentou os dez promotores de Justiça empossados, enaltecendo os esforços de cada um para ingressar no MPPE. “Os senhores têm que conquistar o respeito das comunidades por meio da ajuda aos mais humildes”, recomendou o corregedor.
Em nome dos empossados, Guilherme Araújo Lima disse ter sido “um longo caminho percorrido até aqui, com altos e baixos, mas do qual não desistimos porque esse grupo se comprometeu com a vitória e aqui estamos”. E concluiu: “Vamos ajudar a Instituição a cumprir seu papel constitucional”.
Com a posse dos dez novos promotores de Justiça, além de possibilitar a movimentação na carreira, o Ministério Público poderá desafogar outros membros da Instituição, que estão acumulando funções em duas ou mais Promotorias de Justiça. Essa posse também representará mais facilidade no acesso da população à Justiça nas cidades de pequeno e médio porte, onde passarão a atuar os membros.
Os novos promotores de Justiça de 1ª entrância deverão iniciar sua atuação institucional nos seguintes municípios: Promotoria de Triunfo (Guilherme Graciliano Araújo Lima); Buíque (Henrique do Rego Maciel Souto Maior); Custódia (Katarina Kirley de Brito Gouveia); Ibimirim (Filipe Wesley Leandro Pinheiro da Silva); Tacaratu (Raphael Guimarães dos Santos); Mirandiba (Thinneke Hernalsteens); Cabrobó (Carlos Eugênio do Rego Barros Quintas Lopes); Bodocó (Thiago Faria Borges da Cunha); Inajá (Hugo Eugênio Ferreira Gouveia); e Belém do São Francisco (Manuela Xavier Capistrano Lins).
A mesa de honra da solenidade, presidida por Carlos Guerra, foi composta pelos subprocuradores-gerais de Justiça Lais Teixeira (Assuntos Administrativos), Clênio Valença (Assuntos Institucionais) e Fernando Barros (Assuntos Jurídicos), além do secretário-geral Aguinaldo Fenelon, do corregedor-geral Renato da Silva Filho e dos presidentes do Instituto do MPPE (promotor de Justiça André Felipe) e da Associação do MPPE (promotor de Justiça Salomão Abdo Aziz). Também estiveram presentes à mesa os promotores de Justiça Deluse Florentino (diretora da Escola Superior do MPPE) e José Bispo de Melo (secretário do Colégio de Procuradores de Justiça).
Com informações do Blog de Assis Ramalho

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.