Blog Rômulo Lima

Ele saiu de Iati (PE) em 9 de outubro e segue para Juazeiro do Norte (CE).
'Nunca andei tanto na minha vida', diz o peregrino no 7º dia de caminhada.
O padre e prefeito de Iati, cidade do Agreste de Pernambuco, está percorrendo mais de 400 km para pagar uma promessa e "espantar a crise financeira". O Padre Jorge (PTB) saiu do município na manhã do dia 9 de outubro com destino a Juazeiro do Norte (CE), mais conhecida como "Terra do Padre Cícero", e prevê terminar a caminhada neste domingo (18) ou na segunda-feira (19).
Ao G1, o padre conta que a promessa surgiu durante as eleições municipais de 2012. "Fiz a promessa para ganhar a votação, mas decidi pagar agora por conta da realidade financeira do município. Seis anos de estiagem, poucos recursos, cortes [de gastos], demissões. É uma forma de ser solidário com famílias e prefeitos do Agreste Meridional. Vamos rezar para Deus, Padre Cícero e Nossa Senhora das Dores pela situação da crise", disse.
O religioso conta que nunca fez uma peregrinação tão longa. "Nunca andei tanto na minha vida. Está sendo muito sofrido. O bom é a solidariedade: caminhoneiros, famílias e prefeitos ajudam dando abrigo, água, boné. Eles também entregam cartas e pedem orações para levarmos para Juazeiro".
Um grupo de 19 pessoas acompanha a caminhada. Eles pegam a estrada das 2h30 às 10h e das 16h às 22h. No intervalo, um enfermeiro que está entre os integrantes dá suporte à equipe fazendo massagens e compressas. Os peregrinos irão voltar em um caminhão "pau-de-arara".
Contenção de gastos
Para reduzir os gastos da prefeitura, o gestor municipal demitiu servidores temporários no mês de setembro. "Também foram adotados cortes em todas as gratificações e os salários do prefeito, secretários e cargos comissionados sofreram uma redução de 30%. Também foram adotadas medidas de economia de combustível e consumo de energia elétrica, inclusive, com a redução do expediente da prefeitura em uma hora", explicou o departamento de Comunicação da prefeitura. A redução de 30% equivale a uma economia de R$ 250 a 300 mil mensais.
Do G1 Caruaru

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.