Blog Rômulo Lima

Segundo a deputada Socorro Pimentel (PSL), o Hospital Regional Fernando Bezerra e Maternidade Mãe Coruja, em Ouricuri, têm atendimento precário.
Falhas na gestão da saúde pública no Sertão do Araripe foram denunciadas pela deputada Socorro Pimentel (PSL), na Reunião Plenária dessa quarta-feira (11). A parlamentar relatou queixas de usuários e de profissionais referentes aos atendimentos no Hospital Regional Fernando Bezerra e na Maternidade Mãe Coruja, ambos em Ouricuri.
Ela citou, ainda, os problemas que envolvem a Unidade de Pronto Atendimento Especializado (UPAE) do município, que não foi entregue à população mesmo tendo as obras concluídas há cerca de um ano.
Segundo Socorro Pimentel, a gestão do Hospital Regional, atualmente a cargo de uma Organização Social (OS), tem sido ineficiente, tendo em vista a superlotação verificada no setor de emergência, a má qualidade das refeições servidas e a falta de manutenção de equipamentos nos centros cirúrgicos.
A parlamentar comentou, também, que a região conta apenas com duas ambulâncias para atender a cerca de 300 mil habitantes, já que veículos terceirizados, contratados pelo Poder Público, deixaram de circular por falta de pagamento à empresa responsável.
“A UPAE poderia dar suporte a dez municípios da região, mas está de portas fechadas. Enquanto isso, os pacientes viajam longas distâncias para Petrolina ou Recife em busca de atendimento”, criticou.
Quanto à maternidade, a deputada declarou que a unidade está lotada, e com falta de medicamentos e acompanhamento às gestantes. “Quero alertar o governador Paulo Câmara e o secretário estadual de Saúde sobre o drama que vive população do Araripe”, concluiu.
Fonte: Blog de Jamildo
Foto: Roberto Soares

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.