Blog Rômulo Lima


Um homem jantou as genitais de um estuprador que abusou de sua esposa, com quem se casou há pouco tempo, depois de assassinar a vítima antes de arrancar seu membro.
O corpo da vítima foi encontrado em uma van queimada após surgir a suspeita de ataque de vingança causado pelo fato de a mulher ter sido estuprada uma semana antes de seu casamento, na ilha de Sumatra, Indonésia.
O marido, Rudi Efendi, de 30 anos, admitiu ter assassinado o homem depois de descobrir na noite de núpcias que sua esposa não era virgem. Ela o contou o que havia acontecido.
Marido Rudi Efendi jantou as genitais de um estuprador que abusou de sua esposa, com quem se casou há pouco tempo, depois de assassinar a vítima antes de arrancar seu membro.
“Eu fiquei tão indignado,” disse Efendi depois de sua prisão, que aconteceu no mês passado. Ele disse ainda que resolveu comer as genitais da vítima para curar a dor de cabeça que sentia.
A polícia informou que após assassinar o homem, Efendi levou o pênis decepado da vítima para sua casa e ordenou que sua esposa, de 20 anos de idade, o cozinhasse para o jantar. Eles comeram juntos o membro da vítima, um motorista.
Sulistyaningsih, porta-voz da polícia local, disse: “O caso ainda está sob investigação, mas nós suspeitamos fortemente que este seja um assassinato premeditado.”
O marido é acusado de realizar o assassinato, enquanto a polícia acredita que a mulher agiu como cúmplice.
A vítima foi encontrada morta no início de outubro em uma van incendiada no distrito Tulangbawang, província de Lampung. Mais tarde a polícia prendeu Efendi e sua esposa.
Efendi tinha exigido que sua esposa entrasse em contato com a vítima e marcasse um encontro. Mas quando a vítima chegou, encontrou apenas Efendi, que, em seguida, a esfaqueou até a morte, cortando os órgãos genitais e colocando fogo no veículo.
Fonte: DailyMail

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.