Blog Rômulo Lima


O mundo católico está triste. Morreu no sábado, 14, o pequeno Rafael Freitas, de apenas 3 anos de idade que ficou conhecido no Brasil por “brincar” de celebrar missas. Rafael se fazia de padre e dizia que queria ser Papa no futuro.
O garotinho fazia um tratamento contra um tumor neurológico no Hospital do Câncer Infanto-Juvenil de Barretos e sempre com muita alegria e esperança enfrentava a dura rotina de internações. Rafael estava dando uma pausa no tratamento e tinha voltado para a sua cidade natal que era Pedras, em Minas Gerais. Porém, depois de passar algumas semanas com a família precisou ser internado e depois faleceu.
O sepultamento de Rafael ocorreu em Conceição das Pedras. O bispo diocesano de Barretos, dom Milton Kenan Júnior, pediu orações pelos familiares de Rafael “que foi brincar no céu”. Ele recebeu Rafael no mês de fevereiro deste ano, quando deu orientações, rezou e brincou com o menino.
Adriana, mãe de Rafael, afirmava que desde os 2 anos de idade ele dizia que queria ser papa, e que respeitava a vontade do filho.
Com informações da Rede Vida

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.