Blog Rômulo Lima

Em média, foram imunizados mais de 94% dos rebanhos.
Criador que perdeu o prazo de vacinação está inadimplente.
A região do Sertão de Pernambuco conseguiu superar a meta de vacinação contra a febre aftosa estipulada pela Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). Em média, o índice de imunização foi de 94,41%, sendo que o objetivo era alcançar, pelo menos, 90% dos bovinos e bubalinos. O período de comprovação da vacinação encerrou na terça-feira (15) e os criadores que perderam o prazo são considerados inadimplentes.

De acordo com o coordenador da Unidade Veterinária da Adagro em Petrolina, Geraldo Miranda, na cidade, 92,8% dos criadores notificaram ter imunizado o rebanho. No município de Lagoa Grande, que integra a unidade de Petrolina, a notificação foi um pouco superior, 94,75%. “Somando os dois municípios, 105 criadores não apresentaram o comprovante. Agora vamos entrar em contato com eles para que apresentem as justificativas do porquê não vacinaram ou o porquê de não terem comprovado no prazo e, em seguida, aplicar os autos de infração”, explicou.

A punição para os inadimplentes varia de R$ 60 até R$ 1.500, dependendo dos casos de reincidência. Aqueles que perderam o prazo e não regularizarem a situação na Adagro não têm autorização para transitar com seus animais, comercializá-los e participar de feiras, além de estarem impedidos de receber o crédito rural.

Além de Petrolina e Lagoa Grande, a Unidade Regional da Adagro atende as cidades de Dormentes, Santa Maria da Boa Vista, Orocó e Afrânio. Em todo o Sertão do estado os bovinos e bubalinos somam 57.844 animais. Com a meta alcançada, a região continua com o certificado de área livre da doença.


Do G1 Petrolina

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.