Blog Rômulo Lima

Chuva não foi suficiente para encher açude em Ouricuri, no Sertão de PE.
Agricultores largaram a lavoura. Jovens pensam em atuar em outra área.
A chuva que ocorreu nos últimos dias em Ouricuri, no Sertão de Pernambuco, ainda não foi suficiente pra diminuir os transtornos causados pelo longo período de estiagem. Na Zona Rural, na comunidade do Tamboril, o açude que abastecia várias famílias, continua seco e por isso, tem agricultor que até decidiu largar a lavoura.

A comunidade do Tamboril abriga cerca de 1.500 famílias. A aposentada Joana Júlia de Jesus relata que já plantou várias culturas na área. “Plantei beterraba, cenoura, couve e alface”, relembra. O agricultor e também aposentado, Jacinto Antônio da Silva, disse que teve que deixar de plantar com a falta de água. “Está tudo seco, secou tudo, os coqueiros, as palhas caíram e já secou. Eu tive que arrancar os pés”. 

Os agricultores mais jovens mostram preocupação e já começam a pensar em outros meios de ter uma renda. “Penso no futuro, mas a gente fica com medo de chegar um tempo e ter que sair daqui”. A agricultora Ana Oliveira disse que terá que arranjar um emprego no comércio. “Vou tentar arranjar alguma coisa, porque eu tenho que dar continuidade aos meus estudos e a agricultura já não está mais me favorecendo”. 

O açude Engenheiro Camacho, que abastecia a região do Tamboril e tem a capacidade para armazenar mais de 27 milhões de m³ de água, está seco. Outro problema que acontece com o açude é o acúmulo de lixo. O local nunca recebeu uma limpeza. 

A coordenadora do Conselho Gestor Engenheiro Camacho, Maria Aurineide Lopes, disse que já buscou ajuda. “A gente já mandou ofício para o coordenador geral do DNOCS, solicitando a análise técnica para saber se é preciso ser feita a limpeza”. O prefeito de Ouricuri, Antônio César Araújo, informou que está buscando parcerias para resolver o problema. “Fomos ao governo federal, através da Codevasf, fomos ao governo do estado, pedir uma parceria pra que a gente possa se unir junto com o município e fazer um serviço de desassoreamento aqui dessa barragem”. 

De acordo com o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), o projeto de limpeza do açude Tamboril já foi enviado para o Ministério da Integração, porém ainda aguarda-se a liberação do orçamento, ainda sem prazo. 

Do G1 Petrolina

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.