Blog Rômulo Lima

Houve uma morte em Petrolina e outra em Bodocó
Aumento ocorreu em três municípios da região. 
Foi divulgado nesta terça-feira (19) pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) um novo boletim sobre os números atualizados de casos suspeitos de crianças com microcefalia, malformação em que o perímetro cefálico é igual ou menor que 32 centímetros. Três municípios do Sertão tiveram aumento no número de casos suspeitos e duas mortes já foram constatadas. 

Petrolina está entre as cidades com aumento na suspeita de microcefalia e passou de seis para sete. Ipubi também teve aumento de um caso, de três para quatro. Ouricuri é a cidade do Sertão com maior registros de bebês com suspeita de microcefalia e também teve aumento, de 19 para 20. 

Cedro, Cabrobó e Granito permanecem com um caso, Santa Filomena com dois, Santa Maria da Boa Vista com três , Santa Cruz e Moreilândia com quatro, Trindade com cinco, Parnamirim com seis, Salgueiro, Serrita e Bodocó têm sete casos, Araripina tem 10 e Exu continua com 11 casos da malformação. 

O estado de Pernambuco já registra nove óbitos de bebês com diagnóstico de microcefalia, dois deles no Sertão: um em Petrolina e um em Bodocó. No último boletim havia apenas o caso de óbito em Bodocó em que o feto estava com 32 semanas, era uma menina e morreu ainda no útero no dia 24 de dezembro de 2015.

Do G1 Petrolina

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.