Blog Rômulo Lima

Em entrevista a Rádio Liberal, neste domingo 17, o prefeito Danilo Rodrigues falou mais uma vez das dificuldades e justificou as despesas que a prefeitura tem com merenda escolar e transporte. O prefeito também falou sobre as conquistas do seu governo e do apoio que necessita da população para o enfrentamento à crise.
O prefeito presta conta do seu mandato e diz que Bodocó teve no seu governo o maior programa de pavimentação em sítios e bairros da cidade e que conseguiu através do deputado Rodrigo Novaes junto ao Ministro das Cidades Gilberto Kassab a liberação no valor de R$ 1.200.000,00 (Hum milhão e duzentos mil reais) para asfaltar o centro de Bodocó. Danilo Rodrigues falou também de dois sistemas simplificados de abastecimento d’água na serra, nos Sítios Feirinha e Tucano onde vai levar água encanada para 120 casas das comunidades.

Segundo Danilo, conseguiu através do governo do estado, Codevasf e do Deputado Tadeu Alencar uma perfuratriz onde já perfurou 200 poços artesianos no município, só não disse quantos instalou.

Em três anos de governo, o prefeito diz ainda que já construiu e restaurou cem barreiros na serra e em outros vários sítios em Bodocó e dando continuidade as obras do seu governo, ele relata que entre reformas e construção já fez 8 PSF’s de onze existentes no município.

Em se tratando da educação, Danilo justifica como falta de verba os problemas que são enfrentados quanto ao Transporte escolar e merenda escolar. Segundo Danilo a prefeitura recebe R$ 83.000,00 (Oitenta e três mil reais) e gasta com transporte em torno de R$ 400.000,00 (Quatrocentos mil reais). O mesmo problema ele se refere a merenda escolar que recebe do governo do estado e federal o valor de R$ 76.000,00 (Setenta e seis mil reais) e gasta R$ 160.000,00 (cento e sessenta mil reais).

Quanto ao efetivo da prefeitura, o prefeito lamenta a falta de recursos que segundo ele há meses que a receita não dá para cobrir a folha. A folha de efetivos de Bodocó é de r$ 1.500.000,00 (Hum milhão e quinhentos mil reais) e entre efetivos, comissionados e contratados a folha supera a casa de R$ 2.000.000,00 (Dois milhões de reais), traduzindo; a prefeitura de Bodocó está em colapso.

Danilo promete que em seis meses está entregando 17 queijarias com certificação onde vai gerar emprego e renda no município.

A entrevista do prefeito deixa claro que Bodocó está no fundo do poço, mas ele não conseguiu externar nenhum plano de sobrevivência para o município e nem tampouco prestou conta das receitas recebidas em caixa como já foi publicado neste blog em várias matérias. A população vem sofrendo com a falta dos serviços básicos na área, principalmente, de saúde e educação. Sem nenhuma estratégia de recuperação o prefeito apenas pede a compreensão daqueles que serão demitidos e que promete que voltarão em breve.

A pergunta que não quer calar: Por que, já que a prefeitura é uma Instituição sem recursos, o prefeito Danilo Rodrigues pretende se candidatar para a reeleição?

Fonte: Lusimar Lima
Foto: Rômulo Lima / Arquivo Blog

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.