Blog Rômulo Lima

Grupo se divertia ao atravessar as pistas, na Baixada Fluminense.
Menino foi levado em estado grave para o Hospital Getúlio Vargas.
Um vídeo, exibido pelo Bom Dia Rio nesta quarta-feira (24), mostra o momento em que um menino é atropelado ao atravessar as pistas da Via Dutra, na altura do Km 164, no bairro Jardim América, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense, na tarde de segunda-feira (22). O garoto, identificado Julio Cezar da Silva Salles, de 12 anos, estava junto com um grupo de jovens, que brincava de atravessar as pistas da rodovia para se atirar numa poça, à beira da rodovia. 

O tio dele, Alex da Silva Menezes, 36 anos, conversou com o G1 e afirmou que levou um susto muito grande quando recebeu a notícia. De acordo com ele, o menino tinha acabado de chegar da escola e teria dito que estava indo jogar bola. 

“Foi um susto muito grande, quando eu soube fui no local. Foi um susto ver ele no chão, estirado. Ele chegou da escola e falou que ia jogar bola e soltar pipa. Depois de 30 minutos, chegou a notícia do que tinha acontecido. Os outros garotos vieram avisando e eu fui ver o que tinha acontecido”, afirmou.
O motorista do carro que atingiu o menino parou no local para prestar socorro. O menino foi levado em estado grave pela ambulância da concessionária CCR Dutra para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha, no Subúrbio do Rio, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal. 

A direção do Hospital Estadual Getúlio Vargas informou que o paciente Julio Cezar da Silva Salles ainda apresentava estado de saúde grave na tarde desta quarta-feira (24). 

Costume antigo 
Ainda de acordo com o tio do jovem atropelado, as crianças da comunidade costumam frequentar o local após chuvas. Ele explicou que o local onde os garotos mergulhavam tem uma obra inacabada da concessionária que administra a rodovia. Por causa dessas intervenções, sempre que chove existe um acúmulo de água. 

“A distância daquele local é cerca de um quilômetro da comunidade Beira Rio onde ele mora, atravessou a Dutra você já está na comunidade. Aquilo ali é uma obra antiga da CCR, sempre quando chove acumula água ali e muitas crianças vão para lá. Como não tem muito o que fazer na comunidade, as crianças vão brincar lá. Mas eu perguntei uma vez se ele também ia e ele disse para mim: ‘Vou não, tio, a água ali é suja’. Então eu fiquei tranquilo, mas criança não tem noção do que faz”, lamentou. 

Alex contou ainda que a família aguarda uma transferência do menino para um hospital com UTI pediátrica. “Ele está em estado grave no [hospital] Getúlio Vargas. Teve traumatismo craniano e está na UTI. A gente está esperando uma transferência para a UTI pediátrica do Hospital de Saracuruna”, contou.                                                        
Veja o Vídeo abaixo                       

Do G1 Rio

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.