Blog Rômulo Lima

Há mais de um ano que o vice-prefeito de Ouricuri, Guga Coelho não tem vínculo político com o grupo do atual gestor, Cezar de Preto (PSB). Após o racha, Guga não deu mais esclarecimentos. Nesta sexta-feira (19) ele quebrou o silêncio e detonou a administração municipal. “É com imensa tristeza e com sentimento de revolta, de desgaste do poder público com a nossa população que retorno a rádio”, afirmou Guga.

O vice-prefeito disse estar envergonhado e chegou a pedir desculpas publicamente a população. “Eu peço aqui desculpas ao povo que eu andei de porta em porta, de casa em casa. Me sinto hoje envergonhado. O povo de Ouricuri não merece passar o que está passando. A nossa cidade encontra-se abandonada”, desabafou.
Em outro trecho da entrevista, Guga menciona que o prefeito não tem compromisso com os ouricurienses. “É muita falta de compromisso com o povo de Ouricuri. Cada dia que passa vai ficando pior”.

Perguntado se a crise financeira que o Brasil passa é motivo para os acontecimentos na administração municipal, Guga foi bem objetivo e disse que nada justifica. “Isso não é desculpa. O dinheiro que vinha para a prefeitura nunca deixou de vir. Nos anos anteriores, entraram mais de R$ 257 milhões nos cofres. Só em 2016, já entraram mais de 10 milhões”, afirmou.

O vice-prefeito Guga Coelho ainda mencionou um suposto desvio de dinheiro da gestão municipal. Ele refere-se ao Fundo Previdenciário de Ouricuri (FUMPREO). “Eu queria finalizar falando sobre uma coisa muito séria. Um suposto desvio de dinheiro na prefeitura. Em dezembro de 2012 o saldo do FUMPREO era mais de 5 milhões de reais. Hoje a conta do Fumpreo está zerada. Ele (prefeito) tá mexendo com o dinheiro dos aposentados, dinheiro federal. Vai pagar quem dever. Não estou aqui afirmando, estamos averiguando. Tem uma comissão na câmara fazendo esse levantamento e deve se reunir na próxima semana com o poder judiciário.

O grupo Coelho rompeu com o prefeito Cezar de Preto em novembro de 2014. Na época, Guga afirmou que estava deixando a gestão por não ter espaço no governo. (Com informações de Bruno Morais)

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.