Blog Rômulo Lima

Professor e pesquisador pernambucano passa a ocupar a cadeira de número 4 da APL, antes pertencente a Mário Márcio de Almeida.
O escritor pernambucano Lourival Holanda, natural de Bodocó, Sertão do Araripe, foi eleito novo imortal da Academia Pernambucana de Letras nesta segunda-feira (28), com 28 votos. Agora ocupante da cadeira de número 4, antes pertencente a Mário Márcio de Almeida, Lourival concorreu ao título com a escritora Avanisia Maria de Souza.

Professor do departamento de pós-graduação em Letras da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e coordenador da Editora da UFPE, ele estudou filosofia na França e concluiu doutorado na USP, em São Paulo. Suas pesquisas abrangem as áreas de cultura contemporânea, crítica literária e memória e sociedade.

Nos anos 1980, Lourival assinou as primeiras publicações, entre artigos e livros. Em 1986, escreveu A propósito de Manuel Bandeira, na Revista Travessia, da Universidade Federal de Santa Catarina. Entre os livros, estão Sob o signo do silêncio (1992) e Fato e fábula (1999), além de capítulos em livros científicos e revistas especializadas. O escritor pernambucano já venceu o Portugal Telecom (atual prêmio Oceanos) e o Rumos Literatura, do Itaú Cultural.

Por: Viver/Diario - Diario de Pernambuco

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.