Blog Rômulo Lima

Nesta segunda-feira (23), a Secretaria Municipal de Saúde de Bodocó realizou a Campanha de Rastreamento da Hepatite C. O principal objetivo foi rastrear a infecção pelo vírus da hepatite C por meio de testes rápidos, promovendo o diagnóstico precoce, fator crucial para o sucesso da terapia, já que o vírus pode permanecer por mais de 20 anos no organismo sem manifestar-se.

Foram administrados 230 testes rápidos para pessoas com idade a partir de 15 anos. Além dos testes, a equipe de profissionais de saúde realizou atendimento para aferição de pressão arterial, distribuição de preservativos, gel lubrificantes, folders e prestou informações sobre saúde à população.
A ação que aconteceu na Praça José Gomes de Sá, foi fruto da parceria entre a Vigilância em Saúde - Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

De acordo com a coordenadora da Vigilância em Saúde do município, Tatiana Siqueira, a Hepatite C é uma doença silenciosa e raramente sintomática, por isso, a importância de identifica-la na fase precoce, reforçar os alertas para a prevenção e detecção da doença.

Hepatite C - A doença é causada pelo vírus VHC, que leva à inflamação do fígado, e é transmitida principalmente por sangue contaminado. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a hepatite C é um dos maiores fatores de risco para cirrose e câncer de fígado. Recomenda-se às mulheres grávidas a realização do exame pré-natal, pois o vírus pode ser transmitido ao bebê.

Sintomas - A hepatite C é uma doença silenciosa e raramente sintomática, o que faz com que algumas pessoas sejam diagnosticadas somente durante a fase aguda. Fadiga, náuseas, vômitos, diminuição do apetite, tontura, icterícia, febre, dores nas articulações, fezes claras e urina escura estão entre os sintomas.
Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Bodocó 
Fotos: Rômulo Lima

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.