Blog Rômulo Lima

A audiência pública para esclarecer a Reforma da Previdência aconteceu nesta manhã no Clube Kazarão no centro de Ouricuri, uma proposta do Sindicato dos Trabalhadores Rurais junto a Câmara de Vereadores. O edis estiveram presentes e também tiveram oportunidade de explicar sua opinião.

O prefeito Ricardo Ramos afirmou em suas palavras que entende as perdas e disse que é prefeito cobrar dos deputados federais que representam a região uma posição mais enérgica e em favor do trabalhador, “eu enquanto prefeito, vou ficar à disposição não só hoje na audiência mas se for preciso fazer uma frente para que a gente possa participar nas sessões federais pra que a gente possa cobrar dos deputados federais que foram votados em Pernambuco, e do meu deputado Tadeu Alencar que foi votado pelo povo de Ouricuri”, confirmou Ramos.
Na opinião do deputado estadual Odacy Amorim do PT disse que a reformas é uma postura injustiça e que o povo deve reagir e cobrar dos parlamentares uma prova de sinceridade e compromisso, “essa reforma no Brasil é mais rígida do que nos países de primeiro mundo, eu acredito que esse governo está enfraquecendo, o povo tem que ter muito cuidado para não levar por conversa, a grande mídia anuncia que a previdência vai quebrar, mas é preciso ter uma CPI, o grande problema no Brasil é que o povo tem dificuldade de reagir, mas tem que ir pra cima e não aceite esse tipo de postura, que é uma postura injusta”, comentou o deputado.

O Advogado, assessor jurídico do Sindicato, João Paulo Pedrosa explicou que pontos específicos sobre a reforma e repudiou a proposta que proíbe até o acúmulo de benefícios, citando como exemplo, se o uma pessoa é aposentada e perde o cônjuge ela não poderá solicitar o benefício que seria um direito como pensão, o que é liberado hoje, pode ser excluído se a reforma for aprovada. (Cidinha Medrado, informações)

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.