Blog Rômulo Lima

Conforme solicitação da Prefeitura de Bodocó, a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de Pernambuco (CODECIPE) e a Coordenadoria Técnica de Engenharia e Arquitetura (CTEA), realizaram na tarde desta segunda-feira (16) inspeção técnica na segunda ponte, localizada na PE-545, acesso entre Bodocó a Ouricuri, que teve sua estrutura comprometida, devido à intensidade de precipitação pluviométrica, ocorrida no município na última sexta-feira (13).


A visita técnica complementou as ações relacionadas de finalização da alimentação do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres - S2ID, através do envio de documentação oficial, realizada pela gestão municipal, para reconhecimento a nível federal do Decreto de Situação de Emergência do município de Bodocó, pelo Ministério da Integração Nacional.

A inspeção foi realizada pelo gerente geral de projetos, Luiz Fontes e pelo chefe da unidade de fiscalização, Capitão Batista, ambos da Casa Militar de Pernambuco, que foram acompanhados pelo prefeito Túlio Alves, o engenheiro da prefeitura, Washington Lócio e o coordenador municipal de Defesa Civil, Joaquim Maniçoba.
De acordo com o parecer técnico, a ponte foi considerada com a classificação de R4 – risco muito alto – e apresenta indícios de desestabilização e comprometimento de seus apoios. “A ponte necessita permanecer interditada, isolada em uma faixa de afastamento de 10m de sua extremidade, até que a mesma seja demolida em sua totalidade”, alertou o Capitão Batista.

“Garantir a retomada do acesso da rodovia tem sido uma das nossas prioridades desde quando o trecho foi bloqueado, já que a interdição tem causado grandes prejuízos à população, como a falta de acesso aos principais serviços públicos, a exemplo do Hospital Regional Fernando Bezerra e as instituições de ensino superior”, enfatizou prefeito Túlio Alves.

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.