Blog Rômulo Lima

Em nota, o prefeito afirma que estava dentro do limite da velocidade e que tentou desviar da vítima, que atravessou a rodovia de repente.
Prefeito de Lagoa Grande Vilmar Capellaro (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio)
A prefeitura de Lagoa Grande divulgou uma nota de esclarecimento explicando que o prefeito, Vilmar Cappellaro, conduzia a caminhonete que levou a morte na noite de sexta-feira (30) de Iraildo Alves de Lima, de 29 anos. O atropelamento aconteceu próximo ao Residencial Vivendas, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco.

A nota afirma que o prefeito estava dentro do limite da velocidade e que tentou desviar da vítima, que atravessou a rodovia de repente. Explica ainda que ele prestou a assistência possível, e acionou o Samu e o Corpo de bombeiros para o socorro a vítima. Ddepois dirigiu-se até a Delegacia para prestar depoimento.

O comunicado finaliza com o pedido do prefeito para a privacidade e respeito aos familiares da vítima neste momento difícil e destaca o profundo abalo e pesar com este caso.

No sábado (31), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) havia informado que até o período da tarde, o condutor do veículo ainda não tinha sido identificado, já que tinha fugido do local sem prestar socorro a vítima. Nesta segunda-feira (2), o inspetor chefe da PRF, Paulo Lima, afirmou que o motorista do veículo não teria fugido do local do acidente. 

Por G1 Petrolina

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.