Blog Rômulo Lima

Grupo de Trabalho pretende tomar medidas para proteger patrimônio cultural do Rei do Baião.
Foto: divulgação reprodução internet
Uma reunião do Grupo de Trabalho Luiz Gonzaga foi realizada na cidade de Salgueiro, Sertão de Pernambuco, para definir medidas de proteção ao patrimônio cultural do cantor e sanfoneiro Luiz Gonzaga, na cidade de Exu, também no Sertão. Quem coordenou a reunião foi o Ministério Público Federal (MPF) juntamente com o Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE). Também estavam presentes o procurador da República Marcos de Jesus e a promotora de Justiça Nara Thamyres Alencar.

Foi decidido pelo Grupo de Trabalho a necessidade de um ajustamento do museu que faz parte do Parque Aza Branca e a contratação de profissionais de museologia para a criação de planos para o local. Ficou determinado também que haverá uma análise sobre uma possibilidade de desapropriação da área. A participação da comunidade nas atividades do acervo também foi pauta da reunião.

Apoio

Com o objetivo principal de proteção e difusão do patrimônio, a proposta de obras e reparação para a conservação do parque foi posta à mesa. Para isso, o Grupo de Trabalho irá procurar apoio com a Seceretaria de Cultura de Pernambuco e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). Todas as medidas tomadas serão acompanhadas pelo MPF. 

O Grupo de Trabalho é formado por representantes da Prefeitura de Exu, ONG Parque Aza Branca e Associação Luiz Gonzaga dos Forrozeiros do Brasil. Integrantes do Ministério Público também compõem a linha do grupo.

NE10 Interior | Foto: divulgação

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.