Blog Rômulo Lima

Prefeito Ricardo Ramos foi condenado a 4 anos, 11 meses e 15 dias de prisão no regime semiaberto.
Foto: divulgação
A Justiça Eleitoral de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, condenou o prefeito de Ouricuri, também no Sertão, Ricardo Ramos, a 4 anos, 11 meses e 15 dias de prisão no regime semiaberto por transporte irregular de eleitores. 

O crime teria sido cometido durante a campanha eleitoral de 2012, quando o atual prefeito concorreu ao cargo e foi derrotado. O prefeito também terá que pagar multa de 247 salários mínimos.

Além de Ricardo Ramos, outras duas pessoas também foram condenadas no processo. Mesmo com a condenação, Ricardo Ramos continua no cargo de prefeito, já que o atual mandato foi conquistado no pleito de 2016.

De acordo com o processo, no dia 6 de outubro de 2012, na véspera da eleição, a Polícia Rodoviária Federal abordou um ônibus com eleitores de Ouricuri que moravam em Petrolina, sem autorização da Justiça Eleitoral. Em nota, o prefeito afirmou que a condenação é "absurda e desprovida de amparo em provas".

NE10 Interior | Com informações do repórter Marco Aurelio, da Rádio Jornal Petrolina

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.